Voltar

Mercado pet em números

2011-11-28

Segundo Estudo Pet Brasil 2011, realizado pela GS&MD Gouvéa de Souza (São Paulo/SP), com patrocínio de grandes empresas do mercado brasileiro e empresas associadas a Comissão de Animais de Companhia do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan, São Paulo/SP), o setor faturou R$ 8,82 bilhões em 2008 e em 2010 foram R$ 10,14 bilhões, um crescimento de 8,5% em dois anos.

Segundo Estudo Pet Brasil 2011, realizado pela GS&MD Gouvéa de Souza (São Paulo/SP), com patrocínio de grandes empresas do mercado brasileiro e empresas associadas a Comissão de Animais de Companhia do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan, São Paulo/SP), o setor faturou R$ 8,82 bilhões em 2008 e em 2010 foram R$ 10,14 bilhões, um crescimento de 8,5% em dois anos. De 2010 a 2011 a estimativa é que o crescimento seja de 4,5%, com um faturamento de R$ 11, 26 bilhões em 2011. Desse montante a maior parcela é oriunda da indústria pet food, com aproximadamente 65%. Em seguida estão os serviços de higiene e embelezamento (banho e tosa), com 13%. Os serviços veterinários aparecem em terceiro com 6%. Segundo a pesquisa, o brasileiro gasta em média anualmente quase R$ 760,00 com os cães, quase R$ 560,00 com os gatos, cerca de R$ 236 com os pássaros e R$ 200 com os peixes. (Revista Feed & Food/SP)